Trabalhos online 
Sites Grátis no Comunidades.net
Padronização solução KmnO4
Padronização solução KmnO4

Data de realização: 2/12/2010

 

 

 

RELATÓRIO 

 

 

 

Objectivos da actividade:

    Padronizar - Determinar a concentração de uma solução de Permanganato de Potássio.

Material:

 

Capacidade 

Incerteza do material

Pipeta graduada

20mL

±0.06mL

Bureta

25mL

#

Balão volumétrico

100mL

±0.10mL

Proveta

100mL

±2.00mL

Água Destilada

#

#

Pompete

#

#

Suporte Universal

#

#

Erlenmeyer

250mL

#

Ácido Fosfórico (0,1%)

#

#

Funil

#

#

Tabela: 1

Na tabela 2 estão as soluções a utilizar com as suas respectivas concentrações.

Soluções

Concentração

Permanganato de Potássio

0.01mol.dm-3

Solução Padrão de Ferro

0.05mol.dm-3

Ácido fosfórico

0.10mol.dm-3

Tabela: 2

Procedimento experimental:

     Prepararam-se 150mL de solução de Permanganato de Potássio utilizando 0.237g do composto (Este valor foi calculado antes da realização da actividade, esses cálculos estão na secção dos cálculos).

     Mediram-se, para o Erlenmeyer, 20,00mL de solução padrão de ferro, 10mL de Ácido Fosfórico, e ainda 90mL de água destilada.
     Preparou-se a bureta para a titulação, lavando-a antes com pequenas quantidades de Permanganato de potássio e encheu-se a bureta. É salientar a importância de retirar as bolhas de ar e registar o volume inicial.

      Titulou-se com solução de permanganato de potássio sob agitação constante mas suave, tendo em conta como ponto de equivalência o momento em que a cor púrpura pálida permanece por adição de mais uma gota durante 20 a 30 segundos de agitação.

    Repetiu-se a titulação até se obterem 4 ensaios concordantes e realizou-se um ensaio em branco.

Registo e tratamento dos resultados obtidos:

Resultados observados:

     Na realização da actividade foi anotado o volume adicionado à solução de permanganato de potássio até que atingisse o ponto de viragem, que é indicado através de uma mudança de cor.

     A tabela 3 indica a cor e os valores anotados em cada titulação.

Titulações

Volume adicionado (mL)

Cor no ponto de viragem

0.6

Púrpura muito forte

0.4

Púrpura pálida

0.5

Púrpura pálida

0.5

Púrpura pálida

0.5

Púrpura pálida

Ensaio em branco

0.2

Púrpura pálida

Tabela: 3

Reacção:

 

MnO4- (aq) + 8 H+ (aq) + 5 Fe2+ (aq) ó 5 Fe3+ (aq) + Mn2+ (aq) + 4 H2O (l)

 

MnO4-  (aq) + 8 H+ (aq) + 5e- ó Mn2+ (aq) + 4 H2O (l)

 

Fe2+ (aq) ó Fe3+ (aq) + e-

 

                                                                                                                                                                           Figura: 1

 

 

Cálculos:

     Abaixo estão os cálculos que foram precisos efectuar para ser possível determinar a massa de Permanganato de Potássio (KMnO4) para fazer uma solução de 150mL com uma concentração de 0.01 mol/dm3:

VKMnO4 = 150mL = 0,150 dm3

CKMnO4 = 0,01 mol/dm3

MKMnO4 = Ar(K) + Ar(Mn) + 4 x Ar(O) = 158,03 g/mol

C =  ó n= C x V

     Então é possível calcular a quantidade necessária de Permanganato de Potássio:

nKMnO4 = 0,150 x 0,01 = 0,0015 mol

M =  ó m = M x n

M= 158,03 x 0,0015 = 0,237g

Discussão dos resultados:

     Os resultados obtidos tomaram claro que neste tipo de trabalhos práticos há uma extrema necessidade e importância a dar ao rigor.

     O grupo realizou 5 ensaios, mas, apesar de termos obtido 4 ensaios concordantes, estes resultados por vezes podem não ser muito satisfatórios.

     A necessidade da utilização de 5 ensaios para se conseguirem obter 4 ensaios concordantes deveu-se a dois factores que sucederam na primeira medição:

1.     Erro de medição do volume gasto para a titulação

2.     Verificação da mudança da cor tardiamente, ou seja, não na primeira gota, mas sim algumas gotas depois

     Em relação aos cálculos efectuados, não nos deparamos com grandes problemas.

Conclusão:

     Neste tipo de trabalho prático é extremamente necessário ser-se rigoroso, cuidadoso e estar atento à titulação.
     O nosso grupo conseguiu ser razoavelmente rigoroso com apenas 5 ensaios para obter 4 medições concordantes.

     Ao trabalhar na hotte corre-se um risco muito grande de medições mal feitas quando tencionamos ser precisos.

Curiosidades: 

 

     Foi descoberto em 1659 pelo químico alemão Glauber, quando fundiu uma mistura do mineral pirolusita com carbonato de potássio. Obteve um material que dissolvido em água formou uma solução verde de manganato de potássio que, lentamente, mudou para a cor violeta devido a formação do permanganato de potássio.

     É muito comum em desinfectantes e desodorizantes, no tratamento de água e também como antídoto no caso de envenenamento através de Fósforo.

     Em África este é muito utilizado para neutralizar qualquer tipo de bactéria, no seu uso para desinfectar vegetais.

     O permanganato mancha a pele e a roupa, sendo necessário, portanto, manuseá-lo com cuidado. As manchas na roupa podem ser retiradas lavando com ácido acético, enquanto as manchas na pele desaparecem em cerca de 24 horas. A ingestão de 10 a 20 gramas é fatal e provoca a morte.

 

Votação
O site é util para estudantes?
Sim
Não
Ver Resultados


Partilhe este Site...